Puglia: 3 anos no hospital por síndrome de Kawasaki, tratado com medicamento inovador em Bari. Agora ele está bem “casos mais agressivos no período Covid”

Uma criança hospitalizada por síndrome de Kawasaki pós infecção por Sars-CoV-2 foi tratada de forma eficaz com a administração de um novo medicamento. A iniciativa de saúde ocorreu dentro dos muros do hospital pediátrico ” Giovanni XXIII” em Bari :

De acordo com o que foi noticiado pela mídia online, de fato, uma criança, previamente positiva para o novo coronavírus – que porém não apresentava sintomas de Covid – foi hospitalizada por síndrome do linfonodo mucocutâneo , que sempre foi comum todos os anos com frequência de 14 crianças afetadas para cada cem mil indivíduos. A criança – relataram fontes jornalísticas eletrônicas – foi diagnosticada com inflamação cardíaca com dilatação coronariana e meningite asséptica . Após o diagnóstico, a escolha de intervir com um medicamento inovador:

- Prosegue dopo la pubblicità -

Os médicos deram ao jovem paciente algumas doses de Anakinra (nome comercial Kineret ). É um medicamento usado para tratar a artrite reumatóide e outras doenças inflamatórias graves, como as síndromes periódicas associadas à criopirina (CAPS). As condições de saúde dos muito jovens se estabilizaram. O número de casos de síndrome MIS-C – parece aumentar no período de emergência sanitária, com formas clínicas mais agressivas da síndrome de Kawasaki normal com patologia multiorgânica capaz de afetar facilmente o coração . Somente em João XXIII foram registrados 4 casos em 3 semanas, 13 no total ,tudo resolvido com a cura dos jovens pacientes.

- Prosegue dopo la pubblicità -

 

- Prosegue dopo la pubblicità -